Convertendo seu Zetec Rocam para rodar com álcool.

Bom galera,

Conforme prometido, estou postando o tutorial da conversão para álcool de Fiesta 1.0 ZR. O procedimento já foi feito no meu carro e do Bruno.

O procedimento foi realizado durante o 5º encontro da FiestaHP + ZC no Rio de Janeiro em 05.06.2004.

BICOS INJETORES
Primeiramente, para realizar a conversão é necessário comprar os bicos injetores do Fiesta ZR 1.6, que tem uma vazão maior que os bicos do 1.0, proporcionando a alimentação de combustível adequada para o álcool.

Caso não seja efetuada a troca, pode ocorrer falta de combustível em altas rotações, ou seja, o carro nessas situações roda com uma mistura ar x combustível podre demais, podendo ocasionar problemas futuros no motor. Pode causar o derretimentos dos pistões devido a alta temperatura dentro da câmara de combustão, o que acaba por fundir o motor.

Para comprar seus bicos do ZR 1.6 você pode encontrar mais informações neste tópico:
http://www.fiestahp.com.br/Forum/phpBB2/viewtopic.php?t=1990

INJEÇÃO ELETRÔNICA
Quanto ao sistema de injeção eletrônica é apenas recomendado que seja feito “reset” da mesma, tal procedimento deve ser feito para que o sistema de injeção “aprenda” as novas informações a respeito do combustível utilizado, fazendo que o motor passe a ter uma regulagem e comportamento dinâmico mais adequado ao álcool.

Não é necessário realizar outras alterações na programação da sistema de injeção, pois o sistema FIC EEC-V é de última geração, se adaptando ao uso do álcool com facilidade.

Até existem profissionais que realizam alterações na programação da injeção do Fiesta, este serviço é extremamente caro, mas traz resultados positivos em relação a performance. Porém, não é nada que compense o valor investido, pois as diferença obtida na reprogramação é mínima.

Para realizar o “reset” da injeção você deve desligar os cabos da bateria por um período de aproximadamente 5 minutos com a chave da lanterna ligada.

BOMBA DE COMBUSTÍVEL
O procedimento ideal neste caso é substituir a bomba de combustível original pela do GM Astra GL 1.8 a álcool, que já tem toda preparação necessária para resistir aos efeitos corrosivos do álcool.

Porém, já temos experiências do pessoal aqui da FHP que tem utilizado a bomba original, tomando apenas o cuidado de substituir a cada 10mil km o filtro de combustível, que originalmente tem que ser trocado a cada 40 mil km. Ao trocar o filtro se evita a formação de uma espécie de goma no mesmo, que quando acumulada, acaba por entupir o sistema de alimentação de combustível, podendo ocasionar a quebra da bomba de combustível.

Pessoalmente, estou utilizando a bomba original, vou verificar até quando ela permanecerá em funcionamento. Temos casos reportados de bombas originais rodando no álcool por mais de 20 mil km.

Outra recomendação seria realizar a limpeza do tanque de combustível, pois o álcool solta no tanque toda a sujeira acumulada ao longo do tempo de utilização do veículo na gasolina. Isto pode também ocasionar o entupimento do sistema de alimentação, podendo queimar a bomba.

PARTIDA A FRIO
A partida a frio é recomendada para quem vive em locais mais frios, sua utilização não é obrigatória, mas sua falta pode trazer o inconveniente de realizar umas 3 tentativas para fazer o carro pegar de manhã, quando frio.

Existem kits de partida a frio no mercado, mas não esqueça de pedir um que tenha válvula solenóide, senão você vai perder toda a gasolina do reservatório para a linha de combustível.

Quando frio a marcha lenta fica oscilando um pouco, podendo fazer o carro morrer. A situação se normaliza em 5 minutos.

Você pode encontrar o kit para vender no seguinte site: http://www.jpinjection.com.br

TAXA NO CABEÇOTE
Outro procedimento que pode ser realizado para melhorar o resultado da conversão do ZR para álcool é rebaixar o cabeçote do motor em 1 mm. Assim será possível conseguir uma taxa de compressão maior, melhorando desempenho do carro no álcool.

Tal procedimento é opcional, particularmente eu não fiz e não pretendo fazer, pois o resultado obtido no meu carro está satisfatório, principalmente se seu objetivo na conversão for uma maior economia.

O rebaixamento do cabeçote pode ser combinado com um alívio no volante da embreagem que melhorará o desempenho do carro.

Um dos inconvenientes do rebaixamento é a sua irreversibilidade, você só consegue reverter o rebaixamento utilizando uma junta do cabeçote de maior espessura, que deixará o motor próximo à taxa de compressão original.

CASO SEU MOTOR SEJA O ZR 1.6
Você deve realizar as mesmas modificações do 1.6, podendo utilizar os bicos do próprio 1.6 retrabalhados para uma maior vazão, em torno de 30%. Outra opção é utilizar os bicos do VW Gol 1.0 Turbo com 40% a mais de vazão.

PROCEDIMENTO DE TROCA DOS BICOS
01 - Verifique se a chave não está na ignição, para evitar derramamento demasiado de gasolina.

02 - Certifique-se de que o motor não esteja quente, minimizando assim os riscos de incêndio.

03 – Solte as presilhas da parte da frente dos 4 bicos, com uma chave de fenda, conforme a foto.

04 – Solte as presilhas da parte de trás dos 4 bicos, com uma chave de fenda, conforme a foto.

05 – Solte os 2 parafusos que prendem a flauta de combustível, com uma chave de boca nº 08, conforme a foto.

06 – Solte os bicos do bloco do motor e da flauta, puxando com força moderada a flauta de combustível. Caso necessário utilize como auxílio uma chave de fenda.

Obs.: Neste momento o combustível que estiver na flauta será derramado, utilize uma estopa ou pano para secar.



07 – Coloque os bicos novos conforme indicado com as setas (foto).

08 – Verifique se os retentores de borrada (em forma de anel) dos bicos antigos, estão presos a flauta de combustível, retirando-os com uma chave de fenda fina, conforme a foto.

09 – Posicione os bicos na flauta.

10 – Exerça pressão moderada em direção ao bloco do motor, para prender os bicos a flauta, conforme a foto.

11- Prenda a flauta de combustível com os parafusos.

12- Fixe as presilhas dos bicos.

13 – Coloque o veículo em funcionamento.

14 – Verifique se ocorre algum tipo de vazamento.

15 – Complete o tanque com álcool.

AVISO – Este procedimento é experimental não sendo constatados, até o momento, nenhum tipo de dano ao motor Zetec Rocam. A FiestaHP e seus colaboradores não se responsabilizam por danos mecânicos que possam vir a ocorrer. A conversão para álcool e o procedimento de conversão é de total responsabilidade do dono do veículo. Lembre-se que a conversão de combustível pode ocasionar perda da garantia de fábrica em relação ao motor.
_________________
Bruno Pietoso
Fiesta GL 2001 - Kit Sport - Álcool
STAFF - FiestaHP-RJ

Voltar
Fiesta HP - www.fiestahp.com.br