Ford Fiesta Class 1.6 2003
Ford se consolida líder dos compactos premium

 


reportagem, fotos e testes realizados por Mark S., Editor de Testes FordHP

Lançado em junho de 2002, o Novo Fiesta já se tornou figurinha carimbada nas ruas de todo o país. Dificilmente não se encontra um pelo caminho. O carro cativa pelo seu estilo arrojado e inovador e chama a atenção por onde passa. Passado mais de um ano de seu lançamento, finalmente disponibilizamos o carro para avaliação. Confira no menu acima e nas seções abaixo, como o carro se saiu em nossa avaliação. 

Exterior:

Definitivamente o ponto de maior apelo do Novo Fiesta. O carro foi totalmente remodelado e não guardou  vestígios de seu antecessor. 

Baseado nas mais atuais tendências de design, o Novo Fiesta alia em um conjunto harmonioso as linhas angulosas e bem definidas do padrão New Edge Ford e as novas tendências de projeto e estilo. 

Quando visto de frente, o Novo Fiesta impressiona por seu belo grupo ótico com farol, lanterna e seta sob a mesma lente. Talvez, o pisca pudesse ser branco com lâmpada laranja nessa versão topo de linha para pronunciar diferença com as demais versões. Olhando de lado, as belas rodas aliadas à cobertura preta das colunas dão o tom esportivo do carro. A linha de cintura que sobe da dianteira para a traseira agrada aos olhos. Apenas a curvatura acentuada do teto na parte posterior do carro nos desagradou. A traseira segue a tendência trazida ao Brasil pelo Fiat Marea Weekend, com luzes em posição vertical e elevada. Tal medida aumenta a segurança passiva do veículo, já que essas luzes são de visualização mais  fácil para os veículos que seguem atrás.

Interior:

Não tão caprichado quanto o exterior, o interior do novo Fiesta é muito bem projetado, mas deixa a desejar em alguns aspectos. Confira nossas opiniões em cada aspecto.

Painel e console:


painel de instrumentos


    - O painel apresenta instrumentos compatíveis com o padrão do carro. Possui velocímetro, tacômetro e indicadores de temperatura e combustível digitais no quadro do tacômetro. No quadro do velocímetro figuram relógio e odômetro total e parcial. As luzes de advertência são apenas convencionais, indicando o funcionamento ou não de itens como faróis altos, Abs e Air Bag. 
    - A grafia do painel é bela, mas não favorece a leitura durante o dia. O fundo cinza claro dos instrumentos não contrasta o suficiente para uma leitura rápida e direta. Devido à iluminação indireta, à noite a leitura dos instrumentos é  favorecida e não apresenta qualquer problema.


iluminação noturna

    - Em busca de maior durabilidade e economia, os materiais empregados no console são ásperos mas facilmente limpos. O painel é composto em peça única, evitando que surjam barulhos no veículo com o passar do tempo. A Ford ficou devendo um cuidado maior nos porta-mapas das portas, que apresentavam rebarbas em suas bordas.


controles de ventilação

    - Por ser um modelo topo de linha, avaliado em R$ 36.100 (13/09/2003), achamos que os seguintes itens deveriam estar presentes no carro:
    - Luz indicadora de portas abertas.
    - Abertura interna do porta-malas.
    - Bolsas porta-revistas atrás dos bancos.
    - Luzes de leitura individuais.
    - Aparelho de som com CD.
    - Vidros elétricos com função um toque e temporizador.
    - Fechamento dos vidros pelo controle remoto das travas.

Espaço:


O impressionante espaço interno...

...do novo Ford Fiesta

O Novo Ford Fiesta conta com um aliado de peso para alavancar suas vendas. O espaço interno. Se por fora, ele cresceu em todos os sentidos, por dentro não poderia ser diferente. No banco de trás, três adultos viajam com conforto, com espaço de sobra para as pernas, ombros e cabeça. Na frente, o motorista conta com bom apoio para as pernas mas as costas ficam soltas. 

Ergonomia:

O Novo Ford Fiesta tem ótima ergonomia. Independente de sua estatura, tenha certeza que você sentirá a sensação de "vestir o carro". O motorista fica em posição alta, muito agradável de dirigir. Os comandos no painel são bem sinalizados e de fácil acesso e inspirada nos carros de rally, a alavanca de câmbio foi elevada, ficando literalmente "na mão" do motorista. Os bancos apoiam bem as coxas, mas ficam devendo no apoio lateral para as costas.

Conforto:

Com o carro parado, neste ponto o Fiesta não se destaca dos demais veículos. A espuma dos bancos tem densidade elevada em demasia, os tecidos são de qualidade mediana e um tanto ásperos. Faltam itens de conveniência conforme citado acima e em altas velocidades, os pneus que a Pirelli diz ter criado especificamente para o veículo, são um tanto ruidosos.


tecidos de padronagem clara e agradável

Quando em movimento, o Fiesta se revela. A suspensão absorve muito bem as irregularidades do piso. Buracos, lombadas e valetas tem seu impacto minimizado para os ocupantes do veículo. Por ser um veículo alto, se espera em curvas com alta velocidade, grande inclinação da carroceria, mas tal efeito não ocorre. O Novo Fiesta gruda no asfalto e proporciona uma direção bastante divertida.

Porta-malas:

Com capacidade de 305L, é o maior da categoria. Sem cantos vivos acomoda os mais diversos tipos de mala.


O porta-malas do Novo Fiesta não é um espetáculo, mas é o maior da categoria, com 305L.

Segurança:

Quando você está fora do carro, o Novo Fiesta conta com o PATS para proteger o seu patrimônio. O PATS é um sistema imobilizador via transponder. Com ele, apenas a chave corretamente codificada pode ligar o carro.

         
Duplo Air Bag

Quando você está dentro, diversos itens de segurança passiva, protegem você e os outros ocupantes do veículo. Eficientes freios ABS* evitam o travamento das rodas em uma frenagem de emergência, propiciando controle total sobre o veículo. No caso de colisão, o duplo Air-Bag* (motorista e passageiro) entram em ação para evitar impactos com a cabeça dos ocupantes. O Novo Fiesta conta ainda com: Cintos de segurança retráteis de três pontos para quatro ocupantes e abdominal de dois pontos para o ocupante do assento central do banco traseiro, encosto de cabeça para quatro ocupantes, cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura e barras de proteção nas laterais dos veículo.

Notas do Editor:

O Novo Fiesta conseguiu vencer o preconceito que eu sentia por ele. O aumento de quase 100 kg no peso foi inteligentemente compensado pelo encurtamento nas relações de marcha. O consumo foi surpreendente, principalmente em trecho urbano. Para o carro ter meu conceito máximo, só precisaria de um acabamento mais caprichado, com materiais de maior qualidade e a inclusão de alguns itens de conveniência a mais. Fica de sugestão para a Ford, o desagrupamento dos opcionais. Fim de teste, mais um veículo Ford testado e aprovado pela Fiesta HP. "Viva cada quilometro"

 

 

Avaliações FORD HP - Início

www.fordhp.com.br