Ford Fiesta Trend 1.0 Flex 2007

Depois de uma longa espera, o Rocam 1.0 ganha tecnologia flexível.

 

 

reportagem, fotos e testes realizados por Mark S., Editor de Testes FordHP

Finalmente ele chegou. Apesar da Ford ser a primeira montadora do país a apresentar um protótipo dotado de tecnologia bicombustível, ela foi a última a entrar nesse mercado que hoje responde por mais da metade dos veículos vendidos no país. Em 2004 veio o 1.6 flex e só agora, no final de 2006, já na linha 2007, a tão esperada tecnologia chega ao valente Rocam 1.0.

 
emblema identificador da nova motorização

Problemas com fornecedores e longos testes de durabilidade e confiabilidade são a justificativa para a demora.

A linha

O Ford Fiesta Hatch conta com duas versões e duas motorizações na linha 2006.

First

Motores: 1.0 ou 1.6 Rocam Flex.

Série: Pára-choques na cor do veículo, Conta Giros, Aviso son. de faróis acesos, PATS.
Opcionais:
A/C, DH e Vidros e Travas elétricas. 

 

Trend

Motores: 1.0 ou 1.6 Rocam Flex.

Série: A/C, DH, Vidr. e Trav. elétricos, Estof. aveludado e painéis de tecido nas portas.

Opcionais 1.0: Nenhum

Opcionais 1.6: Retrovisores elétricos, Rodas de liga, Cd Player, Alarme, ABS e Air Bag.

 

    
O Fiesta Trend 1.0 Flex em ação

Estética 

Em relação à linha 2006, pouco mudou no Fiesta. Apesar dos 4 anos de mercado, o design moderno e inovador do Fiesta continua agradando o público. As mudanças ficam por conta da pintura de série das maçanetas do veículo e do emblema Flex informando a nova motorização.

Os belos angulos do Fiesta.

Interior e Equipamentos

A versão avaliada mantém o bom nível de equipamentos oferecidos desde a linha 2005, trazendo como novidade apenas luzes de leitura individuais dianteiras. Ítens como aviso sonoro de faróis ligados, abertura interna elétrica do porta-malas, iluminação de porta-malas e porta-luvas e regulagem de altura do banco do motorista continuam figurando como ítens de série na versão Trend. 


A nova iluminação interna tem luzes de leitura individuais

Painel e Console:

O painel é de fácil leitura e o console é moldado em uma única peça, objetivando uma maior durabilidade

- O painel é bonito, ganhou novo grafismo na linha 2007 e continua nesta versão com aros prateados em volta dos mostradores. Além dos indispensáveis ítens que devem constar em qualquer carro desta categoria  (velocímetro, conta giros, termômetro da água e manômetro de combustível), o Fiesta  possui alerta sonoro de faróis acesos e conta também com o exclusivo modo test dos painéis com hodômetro digital dos veículos Ford, onde pode-se consultar por exemplo a velocidade real do veículo ou ter um conta-giros digital por exemplo. (Consulte nossas dicas) Falta agora apenas inserir o esperado computador de bordo.

- O console central, é simples mas funcional, o cinzeiro e o acendedor de cigarros são considerados acessórios e são vendidos separadamente. Os comandos de acionamento de vidros  contam com função um toque para descida no motorista.

- A preparação para áudio inclui somente a fiação e a antena. Os alto-falantes são vendidos à parte.

 

Espaço, Ergonomia, Conforto e Porta-malas:

Como legítimo representante da nova geração de carros Ford, o espaço interno surpreende e o veículo acomoda com conforto, cinco pessoas adultas. Nesta versão o motorista tem à sua disposição o banco com regulagem de altura.  Os tecidos são agradáveis ao toque e o nível de ruído é apenas aceitável, chegando a incomodar durante o tráfego em rodovias.

Ótimo espaço interno

A posição elevada de dirigir agrada muito. A longa alavanca de câmbio, inspirada nos carros de rallye, ajuda fazendo com que o motorista desloque pouco o seu braço nas mudanças de marchas. A visibilidade é surpreendentemente boa, a área envidraçada dianteira é fantástica e a traseira, muito pequena, é compensada pelos ótimos retrovisores convexos.

Rodando, o veículo transmite segurança ao motorista. A suspensão possui um acerto macio e absorve bem as irregularidades do solo. E uma boa notícia, a unidade testada nos pareceu mais firme e sólida em relação a unidades testadas anteriormente. Será um salto de qualidade na construção do veículo?

Segurança:

Opcionalmente apenas a versão 1.6 Flex pode vir equipada com duplo air-bag e ABS. Mas se você fizer questão desses itens, será obrigado a levar junto rodas, retrovisores elétricos, vidros elétricos nas quatro portas, alarme, som e faróis de neblina, pois a Ford só oferece esses equipamentos nos veículos com todos os opcionais instalados.

Porta-Malas:

Com capacidade de 305L, é o maior da categoria. Sem cantos vivos, acomoda os mais diversos tipos de malas. Apenas nos desapontamos com a retirada do carpete usado nas caixas de roda, que agora estão expostas e desprotegidas.

Notas do Editor:

O Fiesta Flex mostrou ser uma boa opção em sua faixa de preços. O propulsor Flexível em combustível o deixou ainda mais competitivo em relação à concorrência.

Com um bom pacote de equipamentos, o veículo se sai bem no uso urbano, no entanto, o uso rodoviário, principalmente em pista simples, requer perícia e habilidade. O motor Rocam 1.0 Flex precisa ser levado sempre à altas rotações no caso de uma ultrapassagem ou até mesmo uma subida mais íngreme.

Posicionado no mercado de compactos premium, custa de tabela R$ 37.520,00 e concorre contra Corsa Max (R$ 34.830,00), Fox Plus (R$ 39.117,00) e Palio ELX (R$ 36.658,00). Apenas o Palio que é de uma categoria inferior (assim como o Fox) é mais equipado. Mais do que por méritos próprios, os deméritos da concorrência explicam o porque da liderança do Fiesta na categoria.

 

 

Avaliações FORDHP - Início

www.fordhp.com.br