Características Técnicas
Dados informativos sobre mecânica e projeto do veículo:

Motor:
Rocam
Cilindros: 4 cilindros em linha
Cilindrada: 1.0 L Válvulas: 8v
Taxa de Compressão: 12,8:1
Diâmetro dos cilindros: 68,7mm
Curso do êmbolo: 67,4mm
Potência: 73 cv @ 6000 rpm (alc)
70 cv @ 6000 rpm (gas)
Torque máximo: 9,4 kgfm @ 4750 rpm (alc)
9,0 kgfm @ 4750 rpm (gas)

Dimensões:
Porta Malas: 263L
Tanque de Combustível: 45L
Peso: 943 kg
Comprimento: 3836 mm
Largura: 1641 mm
Altura: 1420 mm
Distância entre eixos: 2452 mm

Câmbio:
1º 4,083:1
2º 2,292:1
3º 1,517:1
4º 1,108:1
5º 0,878:1
Diferencial 4,25:1

Pneus: 175/65R14 Pirelli Cinturato P4

Notas do Editor:

Comando de válvulas apoiado em rolamentos, fluxo cruzado de gases na câmara de combustão, sensores individuais de detonação, alta taxa de compressão (12,8:1) e válvula termostática eletrônica são itens de destaque da motorização.

 

No conjunto vale destacar a precisão e suavidade da alavanca de câmbio, que proporciona engates precisos e suaves. O acerto do motor parece ainda estar a um passo do que nos acostumamos com a família Rocam. Talvez o alívio de peso do volante do motor trouxesse um pouco mais de vigor nas baixas rotações.

 

Ainda continuamos achando o plano de manutenção da linha Ford exagerado. São exigidas revisões a cada 6 meses ou 10.000 km, o que ocorrer primeiro. A Ford deveria substituir as revisões de 6, 18 e 30 meses por simples trocas de óleo. É difícil entender o que aconteceu para que o período de troca de óleo do Rocam, que em seu lançamento era de 20.000 km ou 1 ano, fosse reduzido pela metade.

Avaliações FORDHP - Início
www.fordhp.com.br