Novo Porto Baiano Escoará Produção da Ford Camaçari

           A Ford Brasil assinou nesta quarta-feira, dia 2 de junho, com o governo da Bahia contrato de concessão de uso do Porto de Ponta da Laje, na Baía de Aratu, município de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador. Após o término das obras, atualmente em fase de conclusão, o porto será utilizado para dinamizar as exportações do Complexo Industrial Ford Nordeste, que mantém ritmo de crescimento.

O contrato foi assinado no pier do porto, às 11 horas, com a presença do governador da Bahia, Paulo Souto, o secretário da Indústria e Comércio, Otto Alencar, a vice presidente mundial das Operações da Ford para o Canadá, México, América Central e América do Sul, Anne Stevens, e o presidente das Operações da Ford América do Sul e Brasil, Antonio Maciel Neto.

Ponta da Laje fica localizada na Região Metropolitana de Salvador, na Baía de Aratu, a 35 km da fábrica, e tem capacidade para atracação de navios de grande porte. O porto vai melhorar os processos logísticos no escoamento da produção, encurtando a distância e o tempo de transporte entre a fábrica e o embarque, eliminando o trânsito de caminhões-cegonha em áreas urbanas.

O novo porto tem estacionamento de 119 mil metros quadrados com 6.024 vagas. A obra está sendo construída pela Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (SUDIC), autarquia ligada à Secretaria da Indústria e Comércio do Estado da Bahia.

 

Crescimento das exportações

 

Em 2003, a Ford Camaçari produziu 138 mil veículos, dos quais 54 mil saíram através do Porto de Salvador, com destino aos países do Mercosul, Comunidade Andina e o México. Com o aumento das exportações, que acompanham o ritmo crescente da produção de Camaçari, a Ford encontra limitações na capacidade do Porto de Salvador, que chega a comprometer a maior parte de sua área com o estacionamento de veículos.

 A produção da fábrica de Camaçari deverá atingir 200 mil unidades este ano, cerca de 40% maior que o ano passado. A expectativa é de crescimento também nas exportações, que agregou novos mercados este ano, como os países da América Central e Caribe.

No primeiro quadrimestre de 2004, a Ford Camaçari exportou 23 mil veículos, registrando crescimento de 112% em relação ao mesmo período de 2003. No ano passado, o crescimento das exportações já havia sido 231% maior que o ano de 2002. 

"A existência de infra-estrutura é fundamental para que a indústria consiga produzir e  crescer de forma sustentável. A finalização do Porto de Ponta da Laje nos dará a segurança de continuar ampliando nossa produção para atender ao mercado externo", diz Antonio Maciel Neto.

 

Fonte: Imprensa Ford
Publicação: Ygor - Staff FiestaHP

Voltar
05/06/2004 - Fiesta HP