FORD VENCE EM GOIÂNIA E AMPLIA

A LIDERANÇA NA FÓRMULA TRUCK

 

            O piloto Beto Monteiro, da equipe Ford/Djalma Fogaça Motorsport, venceu a quarta etapa da Fórmula Truck 2004, em Goiânia, com o caminhão Ford Cargo 4331 MaxTon, e lidera o campeonato com 87 pontos. Djalma Fogaça chegou na quarta posição e é o quinto colocado na classificação geral, com 31 pontos. Esse desempenho atesta a supremacia dos caminhões Ford, que desde a abertura da atual temporada – vencida com uma dobradinha – assumiram a ponta no campeonato de marcas. A Ford é líder com 110 pontos, seguida pela Volkswagen (81), Scania (63), Mercedes (59) e Volvo (7).

 

 

            A corrida no Autódromo Internacional de Goiânia, disputada sob um calor de 42 graus na pista, foi considerada a mais emocionante do campeonato 2004 até agora. Beto Monteiro largou em terceiro e perdeu duas posições, mas se recuperou e cruzou em segundo na bandeira amarela da 12ª volta, atrás de Roberval Andrade. Com problemas no motor, Wellington Cirino abandonou a prova.

            Na segunda largada, Beto passou a pressionar Andrade, mas perdeu uma freada e passou para a quinta posição, abrindo caminho para os oponentes. Numa tentativa mais arrojada de ultrapassagem, Renato Martins tocou na traseira do caminhão de Roberval Andrade. A carenagem traseira se soltou e furou os pneus do piloto, provocando uma derrapagem que deu a Beto a oportunidade que estava esperando: a duas voltas do final, ele ultrapassou Martins e Andrade e recebeu a bandeirada em primeiro.

            Foi a segunda vitória do piloto pernambucano este ano, que confirma o favoritismo para esta temporada. “A estratégia principal desta corrida foi ter muita paciência. Eu estava brigando com muita gente boa ali na frente”, comentou Beto.

            Djalma Fogaça largou na 18a posição, pois foi penalizado, junto com mais dez outros pilotos. Mostrando sua conhecida valentia, fez uma corrida de recuperação e cruzou em 7o na primeira bandeirada. Na segunda largada, continuou com vontade para cima dos oponentes. Chegou a conquistar a quarta colocação e a brigar pela terceira. Na 25a volta, derrapou e perdeu algumas posições. Mesmo assim, terminou a prova em quarto.

            O piloto Fabiano Sperafico fez sua estréia na equipe Fogaça Motorsport. Mesmo sem terminar a prova, devido a um pneu traseiro furado, o piloto, membro de família tradicional no automobilismo esportivo, foi elogiado pela forma de pilotar em sua primeira experiência na categoria.

 

Agilidade e resistência

            Os caminhões Ford Cargo 4331 MaxTon mostraram sua superioridade na pista desde o início da atual temporada, com uma dobradinha – a quarta da dupla Beto e Fogaça em dois anos, feito não alcançado por nenhuma outra equipe. Na segunda prova, em Guaporé, RS, Beto foi o segundo colocado e Djalma não terminou, devido a um acidente. Na etapa seguinte, em Interlagos, São Paulo, Beto chegou em quarto e Djalma em sexto. Com motor de 9 litros e mais leve, o caminhão Ford leva vantagem principalmente pela agilidade nas curvas e menor desgaste dos componentes do motor e freios.

            A classificação da Fórmula Truck 2004 é a seguinte: Beto Monteiro (Ford), 87 pontos; Roberval Andrade (Scania), 63; Wellington Cirino (Mercedes), 52; Renato Martins (Volkswagen), 37; Djalma Fogaça (Ford), 31.

            A próxima etapa, em julho, não será mais realizada no Rio de Janeiro, como estava previsto, e terá seu novo local definido na próxima semana.

 

Fonte e Fotos: Imprensa Ford
Publicação: Ygor - Staff FiestaHP

Voltar
11/06/2004 - Fiesta HP