UMA PICAPE COM ESTILO,

CONFORTO E TECNOLOGIA

 

A Ford Ranger 2005 alia design moderno e robusto, suspensão refinada e os melhores motores da categoria

 

 

            A Ford Ranger 2005, que começa a ser vendida em agosto, é uma nova picape desenvolvida especialmente para o mercado brasileiro. Ela é uma evolução do modelo, oferecendo tudo o que havia de melhor, mas agora com uma série de inovações, a começar pelo design inspirado na premiada F-150 americana, a picape mais vendida do mundo. O veículo é resultado de um amplo programa de desenvolvimento de engenharia e design feito no Brasil, com foco no estilo, no conforto e no aprimoramento da dirigibilidade, para oferecer o melhor conjunto do segmento.

            A picape média da Ford passou por uma mudança radical no estilo, na suspensão e no interior, entre outros itens de refinamento, mas sem perder sua identidade original, característica muito admirada pelos consumidores. Ou seja, traz o melhor conjunto mecânico para quem quer uma picape de verdade, com desempenho excepcional em todo tipo de terreno, seja na cidade ou fora-de-estrada, aliado a um novo padrão de estilo e conforto. Tudo isso, com a tradição, a confiança e o DNA Ford, a marca que mais entende de picapes no mundo.

            A sua nova concepção foi inteiramente baseada em pesquisas junto aos consumidores brasileiros. “Demos às nossas equipes de engenharia e design a missão de atender o que o consumidor de picapes, e especialmente da Ranger, gostaria de ter a mais no produto. Assim, a picape que já era campeã em desempenho e dirigibilidade se tornou também a mais moderna, bonita e confortável do segmento”, diz Antonio Maciel Neto, presidente da Ford Brasil e América do Sul.

 

Mais que um novo visual

 

            A Nova Ford Ranger 2005 foi totalmente desenvolvida com a aplicação das ferramentas de engenharia e design mais avançadas, como modelagem e simulação de desempenho e durabilidade por computador, para o refinamento de todos os aspectos do veículo. "O projeto utilizou o programa C3P para simulações virtuais de componentes e do veículo completo, tecnologia que permitiu a análise de múltiplas combinações até se chegar ao produto desejado pelo consumidor", destaca Valdir Ventura, engenheiro-chefe de Desenvolvimento do Produto da Ford.

As linhas da Nova Ranger são modernas, fortes e atraentes. Na frente, destacam-se o capô alto, com vincos centrais, e os faróis circulares em formato tipo canhão, com lentes transparentes e luz de pisca incorporada ao conjunto. A grade, imponente, tem tela do tipo colméia. Os pára-choques são encorpados e os pára-lamas trazem uma nova moldura sobre a caixa de roda, realçando as novas rodas e pneus Scorpion AT. Molduras laterais, maçanetas, espelhos retrovisores e logotipos são outros itens desenvolvidos especialmente para o novo modelo que conferem uma identidade contemporânea à picape. Na traseira, chama a atenção o desenho da tampa da caçamba, com o logotipo Ford na parte central. O vidro traseiro, encapsulado, é arrematado por molduras largas. As lanternas são cobertas por lentes fumê translúcidas, com elementos internos circulares, em formato de canhão.

            Internamente, a Nova Ranger 2005 também traz diversas melhorias, que aprimoram tanto a sua aparência como o conforto, a ergonomia e a funcionalidade. Os bancos são inteiramente novos, tanto na sua concepção como no material, formato das espumas e revestimento, aumentando o conforto da cabine, que oferece o melhor espaço interno da categoria, além de excelente acesso. Os bancos possuem também encostos de cabeça reguláveis, reclinador total e trilho de curso amplo, que facilitam o ajuste ao estilo e tipo físico de cada usuário, com o mesmo padrão de segurança e conforto. O banco do motorista oferece ainda ajustes de altura e lombar. Os materiais de acabamento dos bancos, das portas, do painel e do teto transmitem um clima aconchegante e refinado. O novo console central multifuncional, com design moderno, é outro destaque do interior.

 

Projeto brasileiro

 

            A evolução da Nova Ranger se estende, também, ao sistema de suspensão dianteira e traseira. Projetado com tecnologias de última geração, ele oferece muito conforto aos passageiros e torna a condução agradável e precisa. O conjunto incorpora amortecedores de última geração, mais macios e precisos, do mesmo tipo utilizado pelos novos utilitários esportivos e desenvolvidos para as exigências específicas da picape.

“A vibração e os deslocamentos longitudinal, lateral e vertical do conjunto foram reduzidos em todas as simulações e testes, tanto no asfalto como em pista irregular”, diz Luís Sigaud Ferraz, gerente de desenvolvimento do Programa Ranger. 

            O novo projeto de amortecedor foi um dos fatores que contribuíram para o aumento do conforto e da “tunabilidade” para calibração da dirigibilidade. Além de reduzir o mergulho da dianteira na passagem por obstáculos como lombadas, por exemplo, ele permite total controle em pistas de velocidade, atendendo às características de uso misto requeridas pelo mercado.

O sistema recebeu molas auxiliares na suspensão dianteira em poliuretano. Foi adicionada uma barra estabilizadora dianteira. A barra de torção, assim como as molas traseiras, também foram inteiramente redesenhadas para se tornarem mais eficientes.

O desenvolvimento da Nova Ranger foi premiado como o melhor trabalho de suspensão no Congresso da SAE Brasil, entidade que congrega engenheiros automotivos, em reconhecimento ao seu nível de excelência.

A engenharia também deu grande foco no trabalho de desenvolvimento para a redução de vibrações e ruídos transmitidos pela pista ao interior do veículo. No mesmo sentido, novas e apuradas técnicas de estudos aerodinâmicos foram aplicadas visando a eliminar ruídos produzidos pelo vento na carroceria.

            O desenvolvimento da Nova Ranger incluiu um novo projeto de pneu: o todo-terreno Scorpion 245/70 R16, da Pirelli. Além de alta resistência, devido à utilização de novos compostos de borracha e estrutura da carcaça, ele tem sulcos longitudinais autolimpantes e cria um visual bonito e agressivo, em harmonia com as novas rodas de 16 polegadas, de aço ou alumínio.

Todo o projeto da Nova Ranger 2005 foi desenvolvido pelo time brasileiro de design e engenharia da Ford, no Centro de Engenharia e Design da Ford Brasil, no Complexo Industrial de Camaçari, na Bahia. O trabalho de testes de rodagem foi realizado no Campo de Provas de Tatuí, no interior de São Paulo. “O resultado desse trabalho é mais uma demonstração da competência e da maturidade da engenharia brasileira, que empenhou todo o seu talento na criação de mais um produto vencedor da família Ford”, diz Antonio Maciel Neto.

 

Força e estabilidade

 

            A excelente dirigibilidade, uma das características mais elogiadas da Ranger, foi aprimorada com o novo projeto. Seu objetivo foi dar à picape um nível de conforto e comportamento dinâmico similar ao de um automóvel, sem pulos e oscilações exageradas da carroceria. Além da estabilidade, a Nova Ranger 2005 continua a oferecer os motores mais fortes da categoria, tanto na versão Diesel como a gasolina, e os melhores sistemas de transmissão 4x2 ou 4x4.

Produzido pela International, o avançado motor Power Stroke Turbo Diesel 2.8 L, com cabeçote, pistões e anéis de liga de alumínio, é o primeiro no Brasil a oferecer, além do turbo convencional – de 132 cv (a 3.800 rpm) e torque de 36,2 kgfm (a 1.600 rpm) – a tecnologia inovadora do turbocompressor de geometria variável (TGV), que eleva sua potência para 135 cv (a 3.800 rpm), com torque de 38,2 kgfm (a 1.400 rpm).

            O motor Ford 2.3 L a gasolina da Ranger é o primeiro do segmento de picapes médias no País com bloco, cárter e cabeçote de alumínio e 16 válvulas. É também o motor de quatro cilindros a gasolina mais potente do segmento, com 145 cv (a 5.250 rpm) e torque de 21,3 kgfm.

            Esses propulsores, em conjunto com a transmissão de cinco velocidades, dão à Nova Ranger força de sobra e agilidade para enfrentar todo tipo de terreno, seja no asfalto, na areia ou na lama, e também fôlego nas retomadas, mesmo com o veículo carregado. O acionamento da tração integral nas versões 4x4 é muito simples. Basta girar um botão no painel para selecionar a tração 4x2 ou 4x4, que pode ser mudada com o veículo em movimento a até 90 km/h.

            A direção hidráulica de série transmite segurança e precisão. O ajuste refinado dos sistemas de transmissão e freios são outros fatores que garantem a excelente dirigibilidade e rodagem macia da picape. O sistema de freios com ABS evita perda de aderência mesmo em frenagens bruscas, com esforço mínimo de acionamento do pedal. Os modelos a Diesel têm ainda dispositivo diferencial antiderrapante no eixo traseiro, que distribui igualmente a força do motor às rodas em qualquer tipo de terreno.

 

Linha completa

 

            A Nova Ranger 2005 se destaca pela ampla oferta de equipamentos, com a mais completa linha de picapes do segmento médio do País. No total, são 21 configurações de modelos, todos bem equipados, com cabine simples ou dupla e capacidade de carga de 720 a 1.080 kg.

A partir da versão básica XLS, ela oferece, entre outros itens de série: direção hidráulica, ar-condicionado, aquecedor, trio elétrico, freio traseiro ABS, cintos de segurança de três pontos com ajuste de altura nos bancos da frente, espelho retrovisor interno dia/noite, porta-luvas iluminado, preparação para som com dois alto-falantes e antena, vidros verdes, conta-giros, tomada de força 12 volts, acendedor de cigarros, banco 1/3-2/3 em tecido com descansa-braço e porta-objetos, encosto de cabeça nos bancos dianteiros e traseiros, porta-mapas nas portas dianteiras, espelho de cortesia para o passageiro, luz elevada de freio, ganchos internos na caçamba, iluminação no compartimento do motor, grade do radiador e pára-choque dianteiro na cor da carroceria e rodas de aço de 15 polegadas com pneus 235/75 R15. O modelo 4x4 tem também protetor de cárter, ganchos para reboque e oferece rodas de aço de 16 polegadas e pneus 245/70 R16.

            A versão XLT, além do motor Power Stroke Turbo Diesel com turbo de geometria variável, é equipada adicionalmente com: faróis de neblina, janela traseira corrediça, rodas de alumínio de 16 polegadas e pneus 245/70 R16, grade do radiador e pára-choques cromados, protetores das caixas de rodas e espelhos retrovisores na cor da carroceria, iluminação da caçamba, bancos individuais com console longo e porta-objetos, ajuste de altura do banco do motorista, banco traseiro com descansa-braços, acabamento das portas em tecido e vinil acolchoado e alarme perimetral. Bolsas infláveis para o motorista e passageiro, CD-player, protetor de cárter e ganchos para reboque também estão presentes no modelo 4x4.

            A versão Limited, topo de linha, traz ainda bancos e volante de couro, CD-player com viva-voz, ajuste lombar do banco do motorista, santantônio, espelhos retrovisores cromados e estribos laterais. Além das duas novas cores incorporadas à linha 2005 – as perolizadas cinza Ubatuba e verde Ipanema – a versão Limited traz a opção de dois modelos Two Tone, combinando preto com prata ou prata com grafite.

Há ainda a versão XL, mais básica, disponível exclusivamente para vendas no atacado ao segmento de frotistas.

 

Mercado de picapes

 

            A Ford Ranger tem o índice mais alto de clientes satisfeitos dentro do segmento de picapes médias. Entre os itens que os proprietários mais apreciam no veículo estão o desempenho, a robustez, o espaço interno e a dirigibilidade. O objetivo do novo modelo é aumentar esse índice, aproveitando as oportunidades de melhoria indicadas pelos consumidores. “As mudanças feitas agregam valor ao produto e colocam a Nova Ranger em um patamar superior em relação aos seus concorrentes”, diz Antonio Baltar Jr., gerente de Marketing de Picapes da Ford.

            As picapes contam com clientes fiéis e também são um tipo de veículo muito desejado, inclusive pelos proprietários de carros. O segmento de picapes médias é um dos mais importantes dentro dos comerciais leves. Ele responde por cerca de 24% das vendas. “O consumidor da Ranger aprecia a esportividade, mas deseja também um veículo forte para o trabalho. Uma parcela crescente do segmento é formada pelos produtores rurais”, afirma Baltar.

            Para atender os clientes do agronegócio, a Ford Credit oferece o plano Safra de financiamento que permite pagamentos trimestrais ou semestrais. Outra vantagem exclusiva disponível para todos os consumidores da Ranger que contratam o seguro da picape com os Seguros Ford é a instalação gratuita do sistema de proteção contra roubo Lo-Jack, que rastreia o veículo por radiofreqüência. Além disso, ele proporciona também um desconto de até 50% no preço do seguro. A oferta é válida para Estados onde há a cobertura Lo-Jack.

Fonte e fotos: Imprensa Ford

Voltar
17/11/2003 - Fiesta HP