FOCUS VIGNALE CONVERSÍVEL: SURPRESA
DA FORD NO SALÃO DE PARIS

            A Ford reservou uma grande surpresa para o público no Salão de Paris: o conceito Focus Vignale, cupê esportivo que se transforma em conversível. O modelo, baseado no Focus, tem linhas inspiradas nos esportivos criados na década de 1960 pelo italiano Alfredo Vignale, que tem uma ligação histórica com o design da Ford na Europa.

            O Focus Vignale é, na verdade, um carro dois-em-um, ideal para condições ambientais diferentes, que se mantém charmoso nas quatro estações. No inverno e outono, é um cupê esportivo com interior luxuoso e elegante, equipado com uma lista completa de itens de segurança e conforto. Quando a primavera e o verão europeus chegam, pode se transformar em conversível. Ao toque de um botão no painel, sua capota rígida se retrai silenciosamente e se embute na traseira. Apenas as linhas de corte na base do pilar C traem o fato de que o conceito tem uma capota retrátil.

            Um dos objetivos dos designers da Ford foi criar um cupê atraente, sem concessões no estilo devido às dificuldades práticas inerentes à produção de um conversível. “Algumas pessoas estão prontas a aceitar concessões em carros desse tipo, mas nós não. Nosso compromisso foi criar em primeiro lugar um cupê atraente, porque em muitas áreas da Europa os consumidores dirigem esses carros com a capota levantada na maior parte do tempo”, diz Martin Smith, diretor executivo de Design da Ford Europa.

 Charme e modernidade

            Criado pelo estúdio da Ford em Dunton, Inglaterra, em tempo recorde, o Focus Vignale combina traços do novo Focus europeu com a dos esportivos italianos. O exterior, na cor azul-verde brilhante, é realçado pelo uso de vários itens de alumínio, que remetem ao cromo dos veículos de turismo dos anos 60. As rodas de 20 polegadas, com superfícies de alumínio polido e escovado, e as portas que se abrem eletronicamente, inspiradas nos modelos de Vignale, são alguns dos destaques.

            O Focus Vignale se distingue do restante da linha principalmente pela nova grade do radiador cromada, que realça a vocação esportiva do protótipo. O interior incorpora materiais de modelos luxuosos, como couro, alumínio e cromo.  Um de seus detalhes marcantes é a maçaneta das portas. A peça é esculpida elegantemente em alumínio, em formato de losango, uma visão moderna dos “spyders” dos anos 60 de Alfredo Vignale. Diferentemente dos originais, no entanto, ela incorpora um botão que ativa a porta eletronicamente, permitindo que ela seja aberta com estilo e atitude.

            A cor Acqua metálica usado na parte externa do carro também está presente na cabine. Com a capota aberta e os reflexos do sol, a qualidade técnica do acabamento e dos materiais utilizados se torna mais evidente. O Focus Vignale passa a sensação de personalidade forte e exclusividade. Os bancos, revestidos de couro bege, são mais largos e confortáveis que o padrão adotado no segmento de carros esportivos.

            O conceito Focus Vignale faz parte da proposta de criar uma linguagem de design ainda mais emocional para transformar os futuros veículos da Ford na Europa, dando seqüência ao trabalho feito em carros como o novo Focus. Dependendo da reação do público, o protótipo pode se transformar em modelo de série. “Acreditamos que o desenho dinâmico do novo Focus oferece um grande caminho para o desenvolvimento de modelos adicionais que realmente inspirem desejo em nossos consumidores. O Focus Vignale demonstra claramente as possibilidades de expansão da família para nichos específicos”, diz Martin Smith.

 

Fonte e Fotos: Imprensa Ford
Publicação: Ygor - Staff Fiesta HP


Voltar

29/09/2004 - Fiesta HP