FORD LANÇA VERSÃO ESPECIAL PARA

COMEMORAR OS 50 ANOS DO THUNDERBIRD

   

            A Ford irá lançar em janeiro de 2005 uma versão especial do Thunderbird, limitada a 1.500 unidades, para comemorar os 50 anos do modelo. Primeiro esportivo da marca produzido no pós-guerra, em 1954, o carro tornou-se um clássico do automobilismo mundial. Além do famoso conversível de dois lugares ele incluiu, em suas diversas gerações, versões roadsters, de quatro portas, com capota rígida e sedãs, somando mais de 1,2 milhão de unidades vendidas. O Ford Thunderbird 2005 comemorativo revive a combinação única de luxo e esportividade do original, com acabamento diferenciado.

É equipado com motor V8, tração traseira e controle de tração, na exclusiva cor metálica Cashmere. Tem capota rígida removível ou capota de lona conversível, rodas de 17 polegadas, bancos de couro e interior na mesma cor da carroceria. Logotipos dourados do 50º Aniversário identificam a versão, que também traz uma placa numerada no porta-luvas. Seu preço nos Estados Unidos vai variar na faixa de US$ 37 mil a 43 mil.

            O Thunderbird passou por diversas mudanças ao longo de sua história. Fez sucesso no cinema, em filmes como American Graffiti e 007, e também teve uma brilhante carreira nas pistas. Estreou na Nascar em 1959, somando mais de 150 vitórias no topo da categoria. Sua primeira versão, modelo 1955, era um conversível para dois passageiros, com motor V8, capota de lona e cerca de 1,30 metro de altura. Cerca de 5.000 nomes foram avaliados até a escolha do “Pássaro do Trovão”, figura mitológica dos índios americanos. Seu sucesso imediato impulsionou o segmento de carros pessoais de luxo nos Estados Unidos, que liderou durante décadas.

            O modelo 1957 introduziu bancos com ajuste elétrico, rádio com controle automático de volume de acordo com a velocidade e foi o último de dois lugares, tornando-se uma raridade entre os colecionadores. A proposta do modelo 1958, de quatro lugares, foi expandir o seu uso como carro familiar. Em 1960, foi o primeiro carro americano a oferecer teto solar.

            Nos anos 70, o Thunderbird passou por uma mudança radical, adotando visual inspirado nos aviões, com nariz longo e traseira curta. O modelo dos anos 80 ficou menor e com estilo anguloso, voltado para um consumidor mais conservador e preocupado com a economia de combustível. Nessa época, ele também liderou a transferência de tecnologia das pistas para as ruas: foi um dos primeiros a utilizar módulo de controle eletrônico, desenvolvido na Fórmula 1.

            Em 1997, seguindo as transformações do mercado, a Ford decidiu interromper a produção do Thunderbird – mas não por muito tempo. Em 1999, apresentou o conceito que deu origem ao novo modelo, lançado em 2001, resgatando as linhas e o romantismo do clássico dos anos 50. A versão de 50º aniversário é inspirada em outras edições especiais do carro –, como a “007”, lançada em 2003 – que esgotaram as vendas rapidamente.


Fonte: Imprensa Ford

 

Voltar
09/12/2004 - Fiesta HP