14/12/2007 - Novo Ford Ka 2008

Bonito, Moderno, Ágil, Equipado e Acessível;
Um Novo Conceito de Carro de Entrada

           

            A Ford inovou nos últimos anos nos segmentos de compactos Premium, de utilitários esportivos e de sedãs de luxo. Agora, entra para valer na disputada faixa de mercado dos chamados carros compactos populares, mas com um produto superior aos oferecidos nesta categoria: o Novo Ford Ka, um automóvel criado a partir da opinião do consumidor para oferecer beleza com praticidade, agilidade com qualidade e conteúdo com preço acessível.

            Com capacidade para cinco passageiros e as opções de motorização Flex 1.0 L e 1.6 L, o Novo Ford Ka é o hatch compacto que reúne o melhor conjunto da categoria. Sua proposta é entregar mais por menos, com uma combinação imbatível de design, qualidade, equipamentos e preço.

 

Tanto no modelo Flex 1.0 L como no Flex 1.6 L, ele apresenta uma excelente relação peso/potência. Em comparação com os concorrentes do segmento de três portas, o Novo Ford Ka se destaca como líder em largura externa e altura interna, espaço para cabeça dianteiro e traseiro e espaço para pernas na traseira, além de oferecer um porta-malas grande para a categoria e totalmente aproveitável graças à facilidade de acesso para o compartimento de bagagem, com nível plano e porta ampla.

O Novo Ford Ka é equipado com pára-choques pintados na cor do veículo em todas as versões. Além desse item ele traz como diferencial um pacote especial de itens, desenvolvido pela Ford com base em pesquisas para agregar valor para os clientes. Por isso, já vem equipado em todos os catálogos, desde o mais barato, com travas elétricas, controle remoto para abertura do porta-malas, das portas e botão de “pânico”, alarme volumétrico (acionado pela abertura das portas e também pela quebra dos vidros), travamento automático das portas a 15 km/h e abertura elétrica do porta-malas pelo botão no painel, que aumentam o conforto, a comodidade e a segurança.

Os equipamentos de série do carro, que incluem também o sistema de imobilização antifurto Ford (PATS), fazem dele o líder em termos de custo de seguro, tanto pela segurança como pelas condições de reparabilidade e preço acessível das peças de reposição.

O Novo Ford Ka estará disponível no mercado entre o final de janeiro e início de fevereiro, já como modelo 2009, a partir de R$25.190,00, o menor preço de lista do segmento. Nos catálogos, ele traz o conceito de kits, nas versões Fly, Pulse e Class, hoje também disponíveis na família Fiesta. Adicionalmente, conta também com os kits Neo, Somma, Prestige e Performer, criados para atender as preferências dos consumidores de diferentes regiões do país.

 

Conhecendo o Novo Ford Ka

Totalmente novo no estilo, no interior, na motorização, na carroceria e nos conjuntos de suspensão, direção, rodas e pneus, o Novo Ford Ka foi criado no Brasil por designers e engenheiros brasileiros para agradar homens e mulheres indistintamente.

Olhando o novo automóvel, percebe-se um conjunto harmônico entre as proporções, de efeito atraente. A esportividade é acentuada pela aplicação da nova linguagem de Design na Ford, chamada Kinetic. Trata-se de um desenho que utiliza linhas fluidas e dinâmicas para expressar movimento e elegância.

 

 

Os pára-choques dianteiro e traseiro, pintados na cor da carroceria, são envolventes e robustos. A grade dianteira, também na cor do veículo, é integrada ao pára-choque.

Os faróis e lanternas traseiras são tratados com o refinamento de uma jóia. Os faróis alongados, com lentes transparentes, exibem superfícies e texturas internas trabalhadas, além de proporcionar grande eficiência luminosa. Os piscas dianteiros ficam alojados em um elemento de estilo “canhão”. As lanternas traseiras são envolventes e simulam LEDs.

 As proporções da carroceria se completam em perfeito equilíbrio. Na lateral, a coluna central em preto alonga a silhueta do veículo, integrando os vidros verdes escurecidos. O teto, com dois vincos, tem desenho esportivo e traz antena como item de série.

Na traseira, o vidro curvo, que avança pela lateral da carroceria e cobre parte das colunas, cria um elemento visual moderno e atraente. A ampla tampa do porta-malas se estende até o pára-choque, permitindo fácil acesso ao compartimento de bagagem.

 Três tipos de rodas são oferecidos, conforme a versão: aro 13" ou 14" com calotas integrais de cinco raios parafusadas, ou de liga leve exclusiva para o aro 14". Além das cores sólidas branco Ártico, preto Ebony, vermelho Bari e da metálica prata Geada, a linha introduz a exclusiva azul Iporanga metálica.

“O Novo Ford Ka é diferente dos concorrentes porque une forma, função e custo, absorvendo o que há de mais moderno no conceito mundial de Design da Ford, o Kinetic, com soluções de estilo bem ao gosto do nosso público. Nossa missão foi criar um carro bonito e funcional, mas que atendesse a premissa de ter um preço acessível”, diz João Marcos Ramos, gerente de Design da Ford.

A evolução do desenho foi feita com os clientes, que em várias “clínicas” opinaram sobre as propostas. "No final foi gratificante ver que, pelo refinamento e estilo, muitos afirmaram que ele parece ser um carro de segmento superior", acrescenta João Marcos.

 

Revelando o interior

O cuidado no design do Novo Ford Ka foi levado também para o interior. A cabine tem linhas que conferem conforto e funcionalidade, com agradáveis combinações de materiais de revestimento e texturas.

Traz também esportividade no painel em estilo ”cockpit”, com formato envolvente, ergonômico e comandos à mão. O quadro de instrumentos, de desenho moderno, oferece ótima visibilidade.

O console central é item de série em todas as versões e vem com porta-latas integrado. Além do porta-luvas fechado e espaçoso, mais nove porta-objetos na cabine oferecem praticidade no dia-a-dia.

Os bancos, com apoios de cabeça dianteiro e traseiro ajustáveis em altura de série, são confortáveis e ergonômicos. Os bancos dianteiros são envolventes, com boa retenção lateral. Há ainda um confortável e funcional descansa-braço nas portas. O banco traseiro conta com boa profundidade e proporciona ótimo conforto aos seus três passageiros.

O painel inclui botão de acionamento elétrico do porta-malas como item de série. A proteção estrutural do interior é complementada por outros itens de segurança, como o travamento automático das portas a 15 km/h e alarme volumétrico, também de série desde a versão mais barata.

 

Engenharia marcante

A engenharia automotiva nacional tem no Novo Ford Ka uma forte expressão de sua capacitação técnica. Utilizando ferramentas avançadas de última geração, o projeto incluiu milhares de testes para desenvolver o melhor compromisso de carroceria, dimensões, sistema de suspensão, motorização e transmissão, entre vários outros equipamentos.

No desenvolvimento do Novo Ford Ka foram utilizados nada menos que 123 protótipos de certificação. O processo envolveu também 5.145 testes de engenharia e 430.000 km rodados em testes de durabilidade.

Um dos resultados desse trabalho é a elevada rigidez estrutural da carroceria, item que favorece a dirigibilidade, o conforto e a durabilidade. A eficiência aerodinâmica também contribui para a redução do consumo.

 

 

A suspensão incorpora um quadro auxiliar dianteiro (subframe) que aumenta o conforto e a segurança na condução. As caixas de direção, manual e hidráulica, também foram desenvolvidas para oferecer o menor esforço em manobras do segmento.

Suas dimensões externas e internas foram especialmente estudas. O Novo Ford Ka se destaca como líder em largura externa, espaço para cabeça dianteiro com 1.005 mm e traseiro com 972 mm e no espaço para pernas na traseira, com 856 mm. O porta-malas com capacidade para 263 litros permite fácil acesso para carga e descarga, graças ao piso baixo e à porta ampla (conceito “easy access”).

"Os desejos dos clientes captados nas pesquisas foram levados para a Engenharia da Ford e colocados em prática no produto, sem perder de vista que se trata de um veículo de entrada, onde o preço é importante. Com o Novo Ka, mostramos que sempre é possível conseguir a melhor equação entre o que o cliente pode pagar e que podemos oferecer em termos de vantagem para ele", explica Milton Lubraico, gerente executivo de Novos Programas de Engenharia da Ford.

 

Valorizando a herança

O nome Ka sempre foi associado a agilidade, prazer de dirigir e qualidade. Embora totalmente novo, esses atributos foram ainda mais valorizados no modelo sucessor. O comportamento dinâmico refinado, qualidade raramente presente no segmento, é percebido ao dirigir o Novo Ka.

Esse DNA que marca os carros Ford está presente em todo o conjunto e pode ser percebido no desempenho dos motores, na precisão dos sistemas de suspensão e direção, no controle do veículo em curvas e na estabilidade em qualquer tipo de piso. Ele alcança os melhores índices de inclinação da carroceria em curvas e aceleração lateral no segmento.

O Novo Ka possui adequada relação peso/potência, tanto no modelo 1.0 L como no 1.6 L: respectivamente, de 12,8 e 12,5 kg/cv (com gasolina/álcool) e 9,0 e 8,6 kg/cv (com gasolina/álcool). Isso representa melhores arranques, retomadas e melhor economia.

A eficiente aplicação dos motores RoCam Flex no veículo resulta em durabilidade, economia e alto desempenho. Na versão 1.0 L, desenvolve a potência de 70 cv com gasolina e 73 cv com álcool. O motor 1.6 L tem potência de 102 cv com gasolina e 110 cv com álcool. Em ambos os motores, o torque é bastante acentuado, mesmo em baixas rotações.

Essa relação de torque versus o peso do veículo permitiu aos engenheiros reescalonar adequadamente as relações da transmissão IB5, de cinco marchas, favorecendo a economia de combustível e a performance.

 

 

“É possível apresentar vários resultados métricos que mostram que o carro é melhor que os concorrentes em desempenho e consumo de combustível, além da dirigibilidade e segurança. Essas vantagens se traduzem num fato: o Novo Ka é um carro na mão”, explica José Carlos Frias, gerente da Plataforma Ka.

A qualidade Ford

            Todos os detalhes do projeto do Novo Ford Ka tiveram como foco um compromisso: oferecer a melhor qualidade no segmento. No programa de desenvolvimento, cerca de 85 protótipos foram produzidos na própria linha de montagem. Além deles, algumas centenas de unidades do produto foram fabricadas para demonstração e testes, antes do início da produção em série.

            O desenvolvimento de fornecedores e a renovação de equipamentos na fábrica de São Bernardo do Campo, SP, onde o carro é produzido, foram outras etapas do projeto. O programa incluiu a troca de 160 robôs na linha de montagem, além de máquinas de medição e estações de teste. A manufatura também foi reforçada com 550 empregados, contratados ou transferidos de outras áreas.

            Na linha de frente, a Rede de Distribuidores Ford, formada por 420 unidades no país, foi preparada nos últimos dois anos para o aumento do fluxo de loja e de oficina que o lançamento vai gerar, com foco na qualidade do atendimento.

"A montagem dos protótipos de confirmação na própria linha de montagem trouxe um ganho importante de tempo e treinamento. Já nessa fase, conseguimos atingir um nível de qualidade de produto superior”, diz Silvio Illi, gerente da fábrica.

 

Por que o melhor preço

O Novo Ford Ka é o carro que oferece mais valor em sua faixa de preço nas diferentes versões. Ele vem equipado de série, em todas as versões, com pára-choques pintados na cor do veículo, travas elétricas, controle remoto para abertura das portas, do porta-malas e botão de “pânico”, alarme volumétrico, travamento automático das portas a 15 km/h e abertura do porta-malas no painel.

Ao mesmo tempo, a Ford desenvolveu kits que permitem incrementar o modelo com equipamentos opcionais por um custo mais atraente do que se fossem comprados separadamente. São sete as opções disponíveis, criadas também para atender conhecidas preferências regionais.

Considerando o custo-benefício, principal motivo de compra no segmento, a Ford investiu na criação de um produto que oferece vantagens ao consumidor tanto no design e na qualidade como nos equipamentos. Nessa equação, entrou também a adequação de outros custos, como seguro, manutenção e peças de reposição, também os melhores da categoria.

"Analisamos tudo isso e trabalhamos para fazer do Novo Ford Ka realmente o melhor negócio da categoria. Colocamos equipamentos de série só encontrados em veículos de categoria superior. Foi um veículo pensado com esse objetivo”, diz Antonio Baltar, gerente geral de Marketing da Ford.

 

O que o cliente quer

O Novo Ford Ka conta com os kits Fly, Pulse e Class, hoje já disponíveis também no Fiesta, e mais quatro opções diferenciadas de kits (Neo, Somma, Prestige e Performer). Essa abragência de catálogos e kits amplia a possibilidade de adequação do produto às necessidades e aspirações do consumidor

 O Kit Fly é composto de: aquecedor, adesivo esportivo no pilar B, luz elevada de freio, lavador, limpador e desembaçador traseiro, preparação para som nas portas e ajuste manual do retrovisor interno. O Class tem ar-condicionado, direção hidráulica e vidros elétricos.

Já o Pulse inclui os itens do Fly mais tecido especial, revestimento da porta em tecido, espelho retrovisor, moldura lateral, régua da porta do porta-malas e maçanetas externas na cor do veículo, maçanetas internas na cor “Satin Grey”, preparação para som na traseira, conta-giros, cintos de segurança traseiros retráteis, espelho de cortesia para o motorista, alça de segurança dianteira e iluminação e revestimento lateral do porta-malas.

O Kit Somma é formado por ar-condicionado, adesivo esportivo no pilar B e ajuste manual do retrovisor interno. O Kit Prestige oferece o Kit Fly mais direção hidráulica. O Kit Neo reúne o Kit Fly mais vidros elétricos. Por fim, o Kit Performer, disponível para a versão 1.6 L, oferece o Kit Pulse mais o Kit Class e rodas de liga leve.

Além desses equipamentos, foi desenvolvida uma linha exclusiva de acessórios originais, composta de rack de teto, CD-player com MP3/USB, Bluetooh, tapetes, carpetes e apliques esportivos para os pára-choques dianteiro e traseiro, saias laterais, faróis de neblina, ponteira de escapamento, pedaleiras, antenas esportivas, inserto da manopla de câmbio, entre outros itens.

"Nosso carro é inovador até no manual do proprietário. Ele foi organizado numa forma mais fácil de consulta, ou seja, os assuntos são apresentados por tópicos em ordem alfabética de A a Z. Em cada detalhe, buscamos trazer vantagens para os clientes. Em outras palavras, nosso carro é lindo e cabe no bolso do nosso consumidor", garante Lucíola Almeida, gerente de Marketing do Produto.

 

Motores

O Novo Ford Ka já nasce flexível, com a opção dos motores RoCam Flex 1.0 L e 1.6 L. Como toda a família de motores flex da Ford, eles incorporam importantes inovações técnicas, incluindo taxa de compressão elevada, válvula termostática eletrônica e controle da ignição feito individualmente por cilindro.

Junto com a durabilidade e a economia, o alto torque em baixa rotação é outra característica digna de destaque: a apenas 1.500 giros já entregam de 70% a 80% da força máxima.

A relação peso/potência é outra razão do excelente desempenho do Novo Ford Ka. Na versão 1.0 L ela é de 12,8 cv/kg (com gasolina) e 12,5 kg/cv (com álcool) e, na 1.6 L, de 9,0 kg/cv (gasolina) e 8,6 kg/cv (álcool).

“Essa relação adequada nos deu margem para alongar o câmbio e aumentar a economia de combustível sem prejudicar o desempenho”, explica José Carlos Frias, gerente da Plataforma Ka.

            Os motores do Novo Ford Ka utilizam o mesmo bloco da família RoCam, mas passaram por um desenvolvimento e calibração especial. Todos os periféricos são novos, incluindo o sistema de captação e filtro de ar, controle de temperatura e escapamento, incorporando refinamentos de engenharia.

Potência e desempenho

A versão 1.0 L trabalha com taxa de compressão de 12,8:1. Desenvolve a potência de 70 cv com gasolina e 73 cv com álcool, a 6.000 rpm, e torque de 88 Nm e 92 Nm, a 4.750 rpm, respectivamente. Para acelerar de 0 a 100 km/h, leva 15,7 segundos com gasolina e 15,5 segundos com álcool.

O motor 1.6 L tem taxa de compressão de 12,3:1. Abastecido com gasolina, atinge  a potência máxima de 102 cv, a 5.500 rpm, e torque de 147,5 Nm, a 2.500 rpm – com 132 Nm disponíveis a 1.500 rpm. Com álcool, fornece 110 cv a 5.500 rpm e torque de 155 Nm a 4.250 rpm – com 140 Nm disponíveis a 1.500 giros.

Acelera de 0 a 100 km/h em 12,4 segundos com gasolina e 11,5 segundos com álcool.

 

Chassi

A agilidade e o prazer de dirigir são aspectos que destacam o Novo Ford Ka. Ele foi desenvolvido para oferecer o melhor comportamento dinâmico do segmento, com o DNA Ford, trazendo para o segmento um refinamento do comportamento dinâmico somente encontrado em veículos de classes superiores. Essas qualidades estão presentes na precisão do sistema de direção, no fácil controle do veículo em curvas, na sua conectividade com a estrada e na estabilidade, bem como no conforto da suspensão ao passar por ondulações e irregularidades em qualquer tipo de piso.

A suspensão foi objeto de um desenvolvimento especial e incorpora um quadro auxiliar dianteiro que contribui para esse elevado padrão de dirigibilidade, balanceando segurança e conforto. É o carro da categoria que tem a menor inclinação da carroceria em curvas – de 10% a 30% menor do que os concorrentes – e também a melhor aceleração lateral (0,84 g).

A caixa de direção do Novo Ford Ka também foi desenvolvida especialmente para oferecer o menor esforço em manobras, tanto na versão manual como na hidráulica. Outro ponto forte do sistema de direção é a linearidade e precisão das respostas do veículo em relação aos movimentos do volante, o que facilita a condução e o controle tanto em situações normais como também em manobras evasivas de emergência.

O sistema de freios, a disco na dianteira e tambor na traseira, garante segurança no controle do veículo, tanto vazio como carregado. Nos testes de 100 km/h até a imobilização completa, ele freou numa distância de 59 metros vazio e 61 metros carregado.

 

 

NOVO FORD KA 2009

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

 

 

Carroceria:..................................................... Hatch monobloco de 3 portas

Capacidade de passageiros:....................... 5

Coeficiente aerodinâmico:............................ 0,385

 

Modelo 1.0 L

Motor:.............................................................. RoCam 1.0 L Flex

Número e disposição dos cilindros:............. 4 em linha/ transversal dianteiro

Diâmetro do cilindro (mm): ........................... 68,68

Curso dos êmbolos (mm): ............................ 67,40

Deslocamento volumétrico (cilindrada): ...... 1,0 L (999 cm³)

Nº válvulas por cilindro:.................................. 2

Taxa de compressão: ................................... 12,8:1

Combustível: ................................................... Álcool/Gasolina

 

Desempenho                                                  Gasolina                      Álcool  

Potência (cv/rpm):........................................... 70,0 (@ 6.000)............ 73,0 (@ 6.000)

Torque (Nm/rpm):............................................ 88 (@ 4.750)............... 92 (@ 4.750)

Aceleração 0 a 100 km/h (s):........................ 15,7.............................. 15,5       

Velocidade máxima (km/h):........................... 157............................... 160

 

Injeção:......................................... Eletrônica digital controlada pelo módulo SSA-122

 

Transmissão:.............................. IB5, manual

Número de marchas: ................... 5 à frente e 1 ré

 

Relação de marchas:

1ª:.................................................... 4,083:1

2ª:.................................................... 2,292:1

3ª:.................................................... 1,517:1

4ª:.................................................... 1,108:1

5ª:.................................................... 0,878:1

Ré:.................................................. 3,615:1

Relação do diferencial:................ 4,25:1

 

Modelo 1.6 L

Motor:.............................................................. RoCam 1.0 L Flex

Número e disposição dos cilindros:............. 4 em linha/ transversal dianteiro

Diâmetro do cilindro (mm): ........................... 82,07

Curso dos êmbolos (mm): ............................ 75,50

Deslocamento volumétrico (cilindrada): ...... 1.6 L (1.598 cm³)

Nº válvulas por cilindro:.................................. 2

Taxa de compressão: ................................... 12,3:1

Combustível: ................................................... Álcool/Gasolina

 

Desempenho                                                  Gasolina                      Álcool  

Potência (cv/rpm):........................................... 102 (@ 5.500)............. 110 (@ 5.500)

Torque (Nm/rpm):............................................ 147,5 (@ 2.500).......... 155 (@ 4.250)

Aceleração 0 a 100 km/h (s):........................ 12,4.............................. 11,5       

Velocidade máxima (km/h):........................... 174............................... 178

 

Injeção:......................................... Eletrônica digital controlada pelo módulo SSA-122

 

Transmissão:.............................. IB5, manual

Número de marchas:.................... 5 à frente e 1 ré

Relação de marchas:

1ª:.................................................... 3,545:1

2ª:.................................................... 2,045:1

3ª:.................................................... 1,281:1

4ª:.................................................... 0,951:1

5ª:.................................................... 0,756:1

Ré:.................................................. 3,615:1

Relação do diferencial:................ 3,82:1

 

Características gerais

Tração:......................................... Dianteira

Direção:........................................ Tipo pinhão e cremalheira, manual ou com

                                                         assistência hidráulica (de série no 1.6 L, opcional

                                                         no 1.0 L)

Diâmetro de giro (m):................... 9,6

 

Embreagem:................................ Monodisco a seco e sistema de acionamento

                                                         hidráulico

 

Suspensão

Dianteira:....................................... Independente, tipo McPherson, com braços

                                                         inferiores, amortecedores pressurizados com

                                                         batente de suspensão em poliuretano e molas

                                                         helicoidais

Traseira:......................................... Semi-independente, com eixo auto-

                                                         estabilizante Twist Beam, amortecedores

                                                         pressurizados com batente de suspensão em

                                                         poliuretano e molas helicoidais

 

Pneus:.......................................... 165/70 R13 (1.0 L) ou 175/65 R14 (1.6 L), P4 ou

                                                         GPS3

 

Rodas:.......................................... De aço estampado 5,0Jx13", ou de alumínio

                                                         51/2Jx14" (opcional no 1.6 L)

 

Freios

Dianteiro/ traseiro: ....................... Hidráulico, a disco na dianteira e a tambor auto-

                                                         ajustável na traseira. Disco sólido (1.0 L) ou

                                                         ventilado (1.6 L) de 239 mm de diâmetro com

                                                         pinça flutuante. Tambor de 180 mm de diâmetro

                                                         com sapatas autocentrantes e regulagem

                                                         automática

De estacionamento:..................... Tipo manual mecânico, a tambor, com sapatas atuadas a cabo por alavanca posicionada entre os bancos e ação nas rodas traseiras.

 

Cintos de segurança:............... Dois cintos dianteiros retráteis de três pontos com

                                                         regulagem de altura, dois cintos traseiro de três pontos nas laterais e um cinto traseiro

                                                         subabdominal na posição central

                                                                                

Capacidades

Peso em ordem de marcha (kg):........................ 905 (1.0 L)/ 942 (1.6 L)

Capacidade de carga (kg):................................. 467 (1.0 L)/ 455 (1.6 L)

Volume do porta-malas – VDA (L):.................... 263

Tanque de combustível (L):.................................. 45

 

 

Dimensões externas (mm)

Comprimento total:............................................... 3.836

Largura total com retrovisor:................................ 1.804

Largura total sem retrovisor:................................ 1.641

Altura em ordem de marcha:............................... 1.420

Distância entreeixos:............................................ 2.452

Bitola dianteira:..................................................... 1.425

Bitola traseira:....................................................... 1.391

Altura mínima do solo vazio:................................ 163 (1.0 L)/ 175 (1.6 L)

 

Dimensões internas (mm)

Espaço para cabeça dianteiro:.......................... 1.005

Espaço para pernas dianteiro:........................... 1.042

Espaço para ombros dianteiro:.......................... 1.306

Espaço para cabeça traseiro:............................ 972

Espaço para pernas traseiro:............................. 856

Espaço para ombros traseiro:............................ 1.328

Espaço para os joelhos traseiro:........................ -3,5

 

Porta-malas (mm)

Altura do piso:....................................................... 512

Comprimento:....................................................... 750

Largura:.................................................................. 900/ 1080

 

 

voltar
14/12/2007 - Ford HP

Fotos: Divulgação