Focus:

       Lançado na Europa para suceder o Escort o Focus veio em boa hora. O bom e velho Escort estava cansado, ainda mantinha a pose, mas brigar com os modernos Brava, Astra e Golf europeus estava ficando árduo. Para isso em 1999 seu sucessor, o brilhante Ford Focus foi apresentado.Moderno, completo, pratico, mais silencioso e aerodinâmico o Focus veio para fazer o mesmo sucesso que o antecessor Escort havia tido, afinal já eram 33 anos não de liderança nas vendas, mas sempre de excelentes posições nas vendas. Era hora do Escort dizer Adeus. Em maio de 2000 o ultimo modelo saiu da linha de montagem na Inglaterra, era o fim do Escort na Europa, porem não seu fim no Brasil.

        Moderno, diferente, elegante e ao mesmo tempo esportivo o Focus caiu como uma luva para o publico que necessitava de um carro médio confortável e com desenho diferenciado do resto.O modelo ganhou inúmeras versões na Europa e logo a Ford tratou de apresentá-lo no Brasil, primeiramente como importado da Argentina.

        O Focus chegou aqui em Novembro de 2000, e com ele o temor pelo fim do Escort que ia vendendo bem. Apresentado em dois modelos e duas configurações diferentes, o carro realmente era também o que o Brasil precisava. A versão sedan, mais comportada atendia muito bem aos executivos enquanto que o modelo hatch era destinado a um publico mais jovem. As motorizações eram duas, 1.8 Zetec 16V com 115cv e a 2.0- Zetec 16V com impressionantes 130cv, a força do carro nessa motorização é tamanha que algumas publicações chegaram a dizer que esse motor parecia ter mais cavalos do que tinha.Os Modelos eram o “GL” (nunca recebeu oficialmente essa denominação) e o GHIA, mas com diferentes motores. O Hatch dispunha do motor 1.8 na versão “GL” e o 2.0 na versão GHIA, enquanto que o sedan disponibilizava apenas o motor 2.0 para ambas as versões. No hatch a versão “GL” dispunha de série de direção assistida, limpador/lavador do vidro traseiro, banco do motorista com regulagem de altura, rádio toca-discos(CD-Player) e travas elétricas. Opcionalmente poderia vir com duplo air-bag, ABS, rodas de liga-leve, ar-condicionado, e vidros elétricos (dianteiros em um pacote e todos em outro). Já a versão sedan no modelo “GL”, por se destinar a um publico mais exigente (os executivos) trazia de série os mesmos itens do hatch acrescidos de rodas de liga leve, ar e vidros (todos) elétricos, e tendo o duplo air-bag e o ABS como opcionais.

        Com o Focus a Ford quis renovar a versão GHIA, símbolo de modelos completos e confortabilíssimos oferecidos no passado, porem essa denominação fora abandonada desde o ultimo modelo topo de linha do Versailles, em 1996.O modelo GHIA, com igual nível de acabamento para ambos era por si só um luxo. Disponibilizava de série ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, radio CD-Player, teto solar, freios ABS rodas de liga-leve faróis de neblina alem de forrações em veludo, e apliques em madeira no painel e portas(no tom cinza).Faltaram apenas transmissão automática e teto solar elétrico, itens até hoje não disponibilizados.

        O carro causou furor no lançamento e foi muito elogiado pelo equilibrado conjunto que dava ao motorista a legitima impressão de estar guiando um carro de alto luxo. O silencio e o brilhante acabamento também foram muito elogiados, enfim o Focus era perfeito, faltava vender.De cara o carro não foi o sucesso esperado, também é explicável, o consumidor brasileiro é muito “sensível” a choques estéticos e realmente o Focus causava um efeito chocante por onde passava. O que preocupou levemente a Ford foi o fato de que o carro não vendia bem, perdia para Golf, Astra, Brava e durante os meses de novembro e dezembro para o Citroën Xsara.

        Ocorreu que o carro não era conhecido. Como se sabe o Marketing da Ford é defeituoso, pois a marca possui uma linha de produtos muito bons e por vezes superiores à concorrência, faltando propaganda para vendê-los.

        Desde o começo do ano para cá as vendas tem crescido, principalmente depois da campanha UAU lançada pela Ford e que triplicou as vendas do carro colocando-o atualmente entre os 10 mais vendidos no segmento de médios que conta com mais de 25 modelos. Alem disso o Focus foi o carro mais vendido do planeta esse ano, titulo que causou polemica no ano passado pela disputa entre Toyota Corolla e Chevrolet Corsa.

        O que esperar do Focus para o futuro? Sucesso certamente. O Carro da Ford vem crescendo em vendas cada vez mais dando mostra que os consumidores estão aprovando seu belo desenho e vendo que sem sombra de duvidas, juntamente com o renomado Citroën Xsara, o Focus é um dos que possui o melhor conjunto a oferecer. Em vias de talvez ser fabricado aqui o modelo poderá ganhar ainda uma versão 1.6L. O modelo europeu recebeu um pequeno face-lift  para 2002 que logo deverá chegar ao país. O Focus dá claras mostras que se continuar crescendo em vendas na escala atual até o meio do ano que vem poderá conquistar o topo da categoria hoje tomado pelo bom VW Golf.

        Fica a ressalva para que a Ford mantenha os olhos abertos com o carro uma vez que a concorrência está se mexendo para brigar com o Focus. O Astra da GM tomou um bom banho de loja e agora oferece opção de cambio automático e pacotes muito luxuosos como a recém lançada versão CD. O  Golf com seu modelo Confort-Line é um terror pois apresenta itens convenientes à um preço convidativo e a Fiat trará ano que vem o premiado Stilo.

        Quem vai ganhar? A resposta é: “O consumidor”, porem certamente que o Focus estará lá entre os mais vendidos, pois o mais desejado, isso ele já é!

Abraços a todos.

Sérgio®.

Voltar